Ouça as sonoras do PSDB-PR no Soundcloud






 

04/05/2018 - 11h39

Os milhões de Lula, por Ademar Traiano




As manifestações a favor de Lula em Curitiba no Dia do Trabalho, 1º de maio, foram um fiasco. Na capital do Paraná, onde o petista se encontra preso, cumprindo pena por corrupção e lavagem de dinheiro, nem a mobilização de 7 centrais sindicais, ônibus fretados, e a presença de artistas nacionais, como Beth Carvalho, levou mais que 5 mil pessoas para a rua, segundo a Polícia Militar.

Em 14 de março de 2016, sem showmício, sem centrais sindicais, só com a convocação via redes sociais, mais de 200 mil pessoas foram as ruas de Curitiba, vestidos de verde e amarelo, para apoiar o impeachment de Dilma Rousseff. Quarenta vezes mais gente.

A decepção com a indiferença do brasileiro a sua prisão foi manifestada pelo próprio Lula em declaração registrada pela revista Veja, que teve acesso ao presidiário dentro da Polícia Federal em Curitiba. A falta de reação contra seu encarceramento seria culpa da senadora Gleisi Hoffmann, presidente do PT. “Gleisi prometeu parar o Brasil, mas não cumpriu. Ela foi incompetente”, disse Lula, segundo Veja.

Os milhões de seguidores que faltaram a Lula nas ruas começam a sobrar, de forma cada vez mais abundante, alarmante e constrangedora, nas novas denúncias que atingem o ex-presidente.

A Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, denunciou Lula, Gleisi Hoffmann, seu marido, Paulo Bernardo, e Antônio Palocci, pelo recebimento de US$ 40 milhões (R$ 140 milhões, em valores de hoje) em propina em 2014. A nova denúncia da PGR foi feita no dia 30, véspera do fatídico 1º de maio, em que sobrou praça e faltou gente na manifestação a favor de Lula na Santos Andrade.

Outros milhões precisam ser explicados em Curitiba. O juiz Sergio Moro determinou à defesa de Lula que demonstre a origem lícita dos cerca de R$ 9 milhões que estão bloqueados em fundos de previdência feitos em nome do ex-presidente. 

O dinheiro aplicado seria parte dos ganhos de Lula com as famosas palestras. Entraram na conta da LILS Palestras e Eventos (Luiz Inácio Lula da Silva Palestras e Eventos) R$ 27 milhões em 4 anos. Os procuradores suspeitam que essas palestras seriam uma forma das empreiteiras “esquentar” dinheiro de propina pagos a Lula. Um terço desse valor arrecadado desta forma foi aplicado por Lula em fundos de previdência.

Não deixa de ser surpreendente, para dizer o mínimo, que um político com o perfil de Lula, que fez carreira exaltando suas origens humildes, atacando “as elites” e, ultimamente, criticando a reforma da Previdência, apareça como beneficiário de aplicações de R$ 9 milhões em previdência privada.

Se os números da Santos Andrade são desanimadores para o PT, os outros números envolvendo Lula são assustadores. Levantamento produzido pelo jornal Folha de S. Paulo revela que as complicações jurídicas do ex-presidente crescem em proporção geométrica, assim como cresceu seu patrimônio.

Depois da denúncia da PGR do dia 30, Lula tem agora 25 integrantes do Judiciário e do Ministério Público convencidos oficialmente que foram crimes atos durante seu mandato ou depois do fim do governo. Lula agora é alvo de nove denúncias, além daquela que levou a sua condenação e prisão.

Os fatos teimam em contrariar o repetitivo discurso do PT de que não existe prova alguma contra Lula. O ex-presidente tem, para ocupar seu esquadrão de advogados, uma quantidade extraordinária de processos, com muitos milhões de evidências de culpa.

A teimosa negação da realidade parece ter se tornado o último refúgio para os crédulos.

*Ademar Traiano é deputado estadual, presidente da Assembleia Legislativa e vice-presidente do PSDB do Paraná

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

TV PSDB-PR
Dívidas de pequenas e micro empresas, confira:
Hauly: dívidas de microempresas parceladas em 12 meses

O deputado Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR) fala sobre dívidas de pequenas e micro empresas, conforme projeto em andamento no Congresso: "Vamos ter o parcelamento de 120 meses para todas as que estão inadimplentes".

Publicado por Conversa com os Brasileiros em Quinta, 18 de agosto de 2016


PSDB-PR NA REDE

Conheça o Blog do Beto Richa, tudo o que acontece no dia a dia do governador do Estado.

Faça parte você também. Filie-se.

PSDB Nacional




Rua Mauá, 1.117 - Alto da Glória - Curitiba - PR | CEP: 80.030-200
Fone: (41) 3015-4545 | Fax (41) 3029-4645 | E-mail: